Transporte público e COVID: como evitar o contágio

O agravamento da pandemia de COVID-19 trouxe muitas preocupações e questionamentos legítimos a respeito dos riscos de contágio no transporte público. Por ser um ambiente fechado, na maioria dos casos sem ventilação natural, em que as pessoas ficam por muito tempo e com uma ocupação muito alta, o transporte público é uma situação de alto risco de contágio por COVID-19.

Apesar disso, há como se proteger da COVID-19 quando é necessário usar o transporte público. Tendo como base as regras de ouro de prevenção ao novo coronavírus (ventilação, máscara e distanciamento), é possível reduzir consideravelmente o risco com algumas ações simples:

Tríade das regras de ouro para prevenção contra a COVID-19. Imagem: Denise McGarrett (Twitter).

Sempre que puder, abra as janelas: estudos apontam que o coronavírus se transmite principalmente pelo ar, através de gotículas muito pequenas emitidas quando as pessoas tossem, espirram, ou simplesmente respiram. Apesar das máscaras filtrarem boa parte dessas gotículas, reduzindo assim a carga viral e a gravidade da doença, muitas delas escapam e podem permanecer por horas em ambientes fechados com má ventilação. Abrir as janelas ajuda a evaporar essas gotículas mais rapidamente, diminuindo o risco de infecção. Se o veículo tiver as janelas seladas, é possível ficar perto das portas ou do alçapão, garantindo o mínimo de ventilação.

Use uma boa máscara: máscaras de pano são uma boa proteção, mas hoje existe no mercado uma grande quantidade de respiradores N95/PFF2 a um preço acessível. As máscaras PFF2 são mais eficazes que as máscaras de pano por vedarem melhor o rosto do usuário, como também por possuírem uma camada eletrostática que captura as gotículas infectadas com mais eficiência (4). É possível encontrar uma máscara PFF2 a partir de R$3 em lojas de materiais de construção, artigos hospitalares, ou em lojas de ecommerce como Shopee ou Mercado Livre. Se você não tem acesso a uma PFF2, pode combinar o uso de uma máscara cirúrgica (por baixo, que tem uma boa filtragem) com uma máscara de pano que vede bem o seu rosto.

Sempre que puder, prefira a linha ou o horário mais vazio: a ocupação de um ambiente tem muita influência no risco de transmissão de coronavírus. Sendo assim, se for possível, você pode optar em ir ao centro da cidade, ao mercado ou ao banco em um horário de menor movimento do transporte público, como também, se possível, escolher a linha que seja mais vazia, mesmo que seja mais demorada.

Ar livre: a melhor opção

Caminhar ou pedalar são certamente as opções mais seguras ao se deslocar pela cidade, já que é possível, diferente do transporte público, garantir o distanciamento e renovação do ar adequadas, por se tratarem de ambientes ao ar livre. Além dos benefícios para a cidade, economia e o meio ambiente, a mobilidade ativa também é uma arma poderosa no combate à pandemia, por se tratar de uma opção muito mais segura do que o transporte público, e diferente do automóvel, viável do ponto de vista ambiental e urbanístico.

Como pedalar e caminhar se moro longe do meu trabalho?

Você não precisa fazer toda a sua viagem a pé ou de bicicleta. A caminhada e a bicicleta podem ser combinadas com o uso de transporte público, fazendo o chamado last mile: a distância entre a estação de metrô ou terminal de ônibus e o seu destino final. Nas grandes cidades, há diversos serviços de compartilhamento de bicicletas que facilitam essa mudança.

Não há risco zero

Apesar das vantagens, é necessário cautela: mesmo sendo menor, o risco ainda existe em certa escala, principalmente em locais com uma incidência muito alta de casos de COVID-19. Esteja atento às recomendações das autoridades e especialistas em saúde e avalie se é necessário se expor a uma situação de risco.

Se puder, fique em casa. Se não puder, vá de bike. :)

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store